concursos previstos - Interpretação de texto para concursos

Interpretação de texto para concursos

É imprescindível lembrar que esses modos de organização do discurso nem
sempre aparecem “puros” no texto, ou seja, dificilmente encontraremos textos com
características unicamente narrativas ou descritivas. Em um romance, por exemplo,
vemos a imbricação entre a narração do enredo e a descrição do espaço.

É importante ressaltar que muitas pessoas fazem confusão entre tipo textual e
gênero textual. O gênero textual é um formato que se propõe a uma finalidade que é ser aprovado no Concurso MPU 2019.
Assim, uma lenda, uma ata de reunião, uma carta, uma fábula, uma receita, uma
bula de remédio são diferentes gêneros textuais que possuem formatos distintos.

provas estudantes 600x345 - Interpretação de texto para concursos

Esses formatos permitem ao leitor identificar, por exemplo, a distinção entre a bula
de remédio e a receita de um bolo, pois a forma como o texto é predisposto facilita
a verificação do que o texto quer de fato comunicar. Podemos constatar, dessa
forma, que temos inúmeros gêneros e que nesses gêneros podemos encontrar
cinco tipos textuais. Para que fique mais fácil compreender, vamos analisar abaixo cada tipo textual.

A construção de um texto narrativo pressupõe a existência de um narrador, que
pode ou não ser apresentado de forma explícita no texto. Este narrador tem como Concurso Tribunal de Justiça 2019 objetivo relatar fatos, que ocorreram em determinado tempo e lugar e que
envolvem personagens. Assim, podemos entender que no texto narrativo há uma
sequência de ações que ocorrem ao longo do tempo, mantendo a progressão
temporal e consequentemente a sequência lógica do texto.

concurso mpu 534x400 - Interpretação de texto para concursos

Coruja e águia, depois de muita briga, resolveram fazer as pazes.
– Basta de guerra – disse a coruja. O mundo é tão grande, e tolice maior que o
mundo é andarmos a comer os filhotes uma da outra.
– Perfeitamente – respondeu a águia. – Também eu não quero outra coisa.
– Nesse caso combinemos isto: de agora em diante não comerás nunca os meus
filhotes.

– Muito bem. Mas como posso distinguir os teus filhotes?
– Coisa fácil. Sempre que encontrares uns borrachos lindos, bem feitinhos de
corpo, alegres, cheios de uma graça especial que não existe em filhote de
nenhuma outra ave, já sabes, são os meus.
– Está feito! – concluiu a águia.

Dias depois, andando à caça, a águia encontrou um ninho com três
monstrengos dentro, que piavam de bico muito aberto.
– Horríveis bichos! – disse ela. Vê-se logo que não são os filhos da coruja.
E comeu-os.
Mas eram os filhos da coruja. Ao regressar à toca a triste mãe chorou
amargamente o desastre e foi justar contas com a rainha das aves.

Esse gênero textual é organizado em uma
estrutura específica, pois quase sempre seus personagens são bichos, que ganham
características humanas e, além disso, tem sempre um ensinamento moral,
revelado ao final da história. O texto 2 e o texto 3 também são
predominantemente narrativos, embora pertençam a gêneros diferentes: o texto 2
é um romance e o texto 3 é uma música.

concursos previstos 600x342 - Interpretação de texto para concursos

É importante também destacar que o texto 1 tem caráter fantástico, pois a
fábula não se compromete com a veracidade dos fatos, pelo contrário, as fábulas
são fantasiosas e figuradas. Já o texto 2 tem objetivo comunicativo diferente, pois
é um texto com personagens bem definidos e que, principalmente, se compromete
com a veracidade dos fatos relatados da mesma maneira que acontece com o texto.

O texto descritivo apresenta uma sequência de características de um indivíduo, de
um objeto, de um lugar etc. Textos descritivos geralmente são ricos em adjetivos
ou expressões qualificativas e têm como objetivo a construção da imagem, pois o
leitor é capaz de visualizar o que é descrito apenas com os dados apresentados no
texto. Tradicionalmente, é comum considerar que o texto descritivo é mais estático
já que se fundamenta no espaço enquanto o texto narrativo apresenta movimento uma vez que se fundamenta no tempo.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *